Sempre que rola um feriadão eu penso em todas as quebras de rotina na vida de uma pessoa com autismo!

Certamente há aqueles que não suportam ficar a mercê do imprevisível dia de semana que virá. Porém, creio que há também uma turminha do contra que quer mesmo é ficar a toa curtindo suas coisas, sua casa, na zona de conforto, sem precisar sair para a escola onde a socialização vem de encontro a eles mesmo quando não querem, por exemplo!

Por aqui a Passarinha ama feriados, mas somente aqueles que são envoltos em algum simbolismo e têm festividades envolvidas! Claro que o Natal, a Páscoa e o dia das crianças são HITS! 🙂  Tudo o que tem enfeites característicos da data ou envolve presentes é muito aguardado com direito a marcação de quantos dias faltam no calendário!

Agora, se for feriado só pra ficar em casa, ahhhh…aí a minha amiga aqui não aprecia! Ela é bem caseira, tudo bem! Ela curte estar com as coisinhas dela, com a família, mas quando ela entra no ritmo das atividades como natação e música, por exemplo, a quebra da rotina é sentida e detestada!

Stella ainda está descobrindo o próprio ritmo, é assim que eu enxergo. A habilidade de comunicação verbal dela é muito recente ainda. Ela está aprendendo a se manifestar em palavras. Hoje já consegue expressar sua insatisfação ou ansiedade. Consegue reclamar que hoje não tem natação com o tio Pedro e perguntar se vai para a música porque lá tem elevador! 🙂 (o barato é a aula ou o elevador?)

Enfim, vamos nos virando como podemos. Aqui em Brasília vamos encarar um feriadão em casa atravessando uma segunda e uma terça. Amanhã quando ela acordar terei montado uma barraca na sala com colchonete e brinquedos, alguns jogos em cima da mesa…haja bagunça! Quem conhece minha pecinha aqui sabe que ela curte brincar não só com brinquedos, mas que tudo vira brinquedo e que amarrar as coisas e esconder coisas é parte do show!

Próxima quarta quando tudo voltar “ao normal” (que é isso?Normal?), sei que vai ter muitas coisas coladas (tipo um desenho no assento de uma cadeira), riscadas (tipo as paredes mesmo) e escondidas (tipo as carteirinhas do clube dentro de alguma das muitas caixas dela) e então será uma volta ao nosso anormal de sempre…

Como vocês se viram nesses feriados “chatos”? 😀

10010756_259948100842707_1695260923_o

Advertisements

About Evellyn Diniz

Hoje eu sou super mãe! Me formando todos os dias nas áreas de saúde e educação. Mas antes de adquirir super poderes fui muitas coisas e ainda sou! Vendedora, professora de inglês, apresentadora de TV, editora de imagens, cantora de banda de rock e fiz faculdade de jornalismo... Atualmente sou mãe e esposa em tempo integral e cuido da casa nas horas vagas! Minhas 3 filhas são minha continuação e minha continuidade. A caçula chama-se Stella Bertille que significa estrela brilhante. Ela veio ao mundo para mudar o mundo para mim, ela veio ao mundo para brilhar! Stella está vencendo o AUTISMO. Este blog é por ela. Destina-se a ajudar pais e mães a entenderem que o PODER de fazer nossos filhos atingirem a plenitude pertence aos pais. Aqui compartilho videos, fotos, matérias, experiências e pensamentos sobre o Transtorno do Espectro do Autismo. Coloque a sua capa e sua roupa de herói que os desafios aqui não são de faz-de-conta!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s